Home

14 passos simples para melhorar seu ânimo e vitalidade

 

Por Alice Duarte

Todo mundo tem que enfrentar, hora ou outra, aqueles momentos de completo desânimo na vida e de perda de vitalidade. Às vezes nos sentimos assim porque estamos insatisfeitos com o trabalho, porque algo não saiu como a gente esperava, porque nos desentendemos com alguém ou não estamos conseguindo encontrar uma saída para aquele problema que tem tirado nossa paz de espírito.

É verdade que nem sempre há um motivo aparente para nos sentirmos pra baixo, pessimistas ou mau humorados. Mas também é verdade que se não fizermos algo rapidamente para nos autorregular, esses sentimentos viram uma bola de neve e é fácil começar a sintonizar com pessoas e situações que vão alimentar esse estado de espírito desagradável.

O importante é você ter sempre na manga alguns truques simples para ajustar a sua energia aonde quer que você esteja. Permita-se testar novas ferramentas e ser um cientista de si mesmo. Escolha de uma a cinco sugestões abaixo para aplicar já e compartilhe no fim desse post os efeitos que alcançou.

1. Respire – A respiração é a nossa conexão primária com a vida. Quando estamos tristes e desmotivados, automaticamente a deixamos lenta e rasa. O primeiro passo é sentar confortavelmente e respirar pelas narinas de forma mais consciente. Depois expire, expulsando todo o ar dos pulmões, e faça uma inspiração profunda, preenchendo-se completamente com ar fresco e renovado. Repita com vigor e vá acelerando o ritmo por um ou dois minutos. O aumento dos níveis de oxigênio no sangue tem efeito direto no sistema nervoso, combatendo estados depressivos.

2. Caminhe – Enquanto você caminha, além de abastecer seu corpo de oxigênio e endorfina, você muda a sua perspectiva em relação a si mesmo, à vida e ao seu problema. Sua coluna vertebral – raiz dos maiores centros de distribuição de energia vital do corpo – começa a se realinhar, liberando o fluxo energético. Enriqueça sua experiência com uma caminhada sistêmica, ampliando sua percepção: observe e ouça tudo ao seu redor, sinta a temperatura do ar, os pés tocando o chão, o vento tocando a sua pele.

 

Andy Best

Terra, água, fogo e ar: caminhar junto à natureza te reconecta à energia que vem dos seus elementos. Foto: Andy Best

3. Entre em contato com a Natureza – Mesmo nas grandes cidades é possível dar uma escapada na hora do almoço até uma praça arborizada, um jardim bem cuidado ou então um parque no final do dia para ver o pôr-do-sol. Vale dar um trato nas suas plantas e montar uma hortinha em casa.

4. Aprecie a beleza e a abundância – Quando estamos para baixo costumamos focar no que está faltando, no que está errado ou feio. Combata essa tendência observando a beleza e a abundância que há ao seu redor. Pode ser uma árvore carregada de frutos, uma planta toda florida, uma obra de arte, uma casa bem organizada, a alegria de um animal de estimação, o sorriso de uma criança.

5. Pare agora com o “mimimi” – Elimine a tendência de reclamar e de falar mal dos outros. Ajuda muito se você evitar conviver com pessoas que têm esse hábito ou se reduzir drasticamente o tempo que passa com elas.

6. Pratique a gratidão – Faça uma lista de tudo o que você é grato hoje. Comece pelas mínimas coisas: o ar que respira, a água e o alimento que consome, o teto que te abriga, sua saúde, as pessoas, aprendizados, bens materiais e assim por diante. A gratidão abre as portas para o amor e a prosperidade voltarem a fluir na sua vida.

7. Diga “sim” – Para aquilo que incomoda, que é difícil, que você não pode mudar. Isso vale para pessoas e situações na sua vida, seja do presente ou do passado. Aquilo que você rejeita te amarra, aquilo que aceita te liberta.

8. Ouça as músicas que você ama – O som é uma vibração e, por ressonância, te faz vibrar na mesma frequência. Escolha aquelas músicas que sempre te colocam pra cima e salve no seu celular ou crie uma playlist no Spotify para ouvir nos seus momentos difíceis.

9. Seja ativo – Exercício produz endorfinas, proporciona prazer, alegria e disposição. Isso todo mundo sabe. Então pare de arrumar desculpas e arrume um jeito de mexer o seu corpo! Você pega pesado por uma hora, mas depois todo o resto na vida fica mais leve.

10. Beba água energizada – Tenha sempre em mãos uma garrafinha abastecida com água mineral ou filtrada e coloque dentro dela um cristal (quartzo rosa e ametista são uma boa pedida). Você também pode colar uma etiqueta ou escrever com marcador permanente palavras de alto calão, como “Obrigado” e “Amo você”. O Dr. Masaru Emoto já comprovou o efeito incrível dessas mensagens de alta vibração energética nas estruturas dos cristais de água.

11. Medite – Você já tem o hábito de tomar banho, escovar os dentes, ter sua casa limpa e roupas lavadas, certo? Ora, por que não introduzir também o hábito diário da higiene mental? Num lugar tranquilo, sente-se com as costas eretas, os olhos fechados e observe a respiração, observe os sentimentos, observe os pensamentos. Não se identifique com eles. A meditação te traz para o estado de presença, onde está sua energia e a sua força. Nunca praticou? Então comece com cinco ou dez minutos diários. É melhor do que meditar 30 minutos de vez em quando.

12. Desintoxique-se – Exagerou na pizza, na bebida alcóolica ou no churrasco de fim de semana? Saiba que isso vai minar sua disposição na segunda-feira. Por pelo menos um ou dois dias, consuma somente alimentos leves e saudáveis (frutas, legumes, verduras) e tome muita água. Com a orientação de um nutricionista, faça uma boa dieta de desintoxicação por sete a 15 dias e a cada troca de estação. Ela vai te ajudar a eliminar toxinas antigas do seu fígado e intestino, melhorando sua absorção de nutrientes e, por consequência, sua vitalidade e disposição. Saiba que 90% da serotonina, neurotransmissor responsável pelo bom humor, é produzida pelos intestinos

13. Faça algo novo – Qual foi a última vez que você fez algo pela primeira vez? Que tal conhecer um lugar diferente? Aprender a dançar? Experimentar uma nova comida? Trocar o carro pela bicicleta um dia na semana? Basta fazer algo novo para criar novas redes neurais e reestruturar o seu cérebro.

14. Surpreenda alguém – Comece o dia se perguntando como você pode surpreender alguém. Pode ser com um convite para almoçar, um mimo, uma gentileza, um e-mail ou ligação afetuosa para aquela pessoa que você não vê há tempos. Ser útil ao outro muda aquela crença de que “Eu não tenho o suficiente” para “Eu tenho mais do que suficiente para dar aos outros”.

 

Gostou do conteúdo?
Para mais dicas e insights sobre desenvolvimento pessoal acesse os meus canais:
Facebook: Alice Duarte
Twitter: @alicebduarte
periscope.tv/aliceduarte

// @AliceDuarte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s