Home

 

Saiba quais são os obstáculos que impedem você de enxergar as verdadeiras causas do seu sofrimento

 

Por Alice Duarte

Por vezes passamos semanas, meses, anos e até décadas sofrendo e se lamentando  pelo mesmo problema ou assistindo de mãos atadas as mesmas situações desagradáveis se repetirem em nossas vidas como um disco riscado. Às vezes porque evitamos de todas as formas encarar a questão de frente ou simplesmente porque estamos viciados em enxergar a nossa vida pelos velhos pontos de vista. Mas o que está quase sempre na raiz dos nossos problemas são comportamentos e crenças inconscientes – são os nossos pontos cegos.  Se tivéssemos plena consciência das verdadeiras causas dos nossos sofrimentos não teríamos problemas, não é mesmo?

A parte mais dura dessa história é que toda a energia que desperdiçamos com a mente rolando no passado e ruminando os problemas que ainda não conseguimos superar nos impede de estar presente no aqui e agora para tomar as rédeas da nossa vida e ir adiante. É como se déssemos um passo em direção a um objetivo que queremos alcançar na vida, mas uma força nos puxa para trás, forçando a recuarmos um ou dois passos. Esse é o sinal mais evidente que a vida nos dá de que existem fatos mal resolvidos do passado, seja em nossa própria história pessoal ou na de membros do nosso sistema familiar – que frequentemente têm reflexos em nosso destino.

O primeiro passo para a solução é trazer luz e consciência sobre as verdadeiras causas do sofrimento. Alguém que consiga enxergar além da situação manifestada, como um terapeuta, pode facilitar esse processo. Um dos métodos mais rápidos para fazer emergir aquilo que está oculto, inconsciente, é a Constelação Familiar, na qual se tem a oportunidade de sair do palco (da visão míope, estreita) e ir para a plateia, de onde podemos olhar para nossa vida de fora, num ângulo de 360o. E tudo isso desde um estado de lucidez.

Buscar ajuda para a solução requer uma certa dose de coragem e outra de humildade. Porque, para Bert Hellinger, “A solução dói. Mesmo a boa solução dói, porque é humilde. Este é o obstáculo.” Essa dor vem justamente da morte do nosso ego – esse falso eu, essa auto-imagem construída e artificial de nós mesmos. Resumidamente, me refiro aqui a um misto de crenças, comportamentos, pensamentos, sentimentos, conquistas, derrotas, cargos, papeis sociais… enfim, a auto-imagem que construímos de nós mesmos (que às vezes ainda se soma à imagem que os outros têm de nós). Você tem grande apego a tudo isso porque crê que tudo isso é você de verdade.

Esse apego gera paralisia. Por isso o ego é o maior vilão do seu autoconhecimento e, por consequência, obstáculo para a solução dos seus conflitos. Para vivenciar essa questão, eu propus um exercício num dos meus grupos de constelação: pedi que a pessoa em questão escolhesse alguém para representar seu Problema, outra para representar o próprio Ego e outra para ser o Eu Adulto, aquela parte dela que escolhe. Pessoas diferentes puderam vivenciar esse exercício e, em todos os casos, o Ego não conseguia olhar diretamente para o Problema – quem fazia isso era o Eu Adulto. Mas enquanto o Eu Adulto também não olhava para o Ego, que era o maior obstáculo para acessar o Problema, a solução não aparecia.

De uma forma ou de outra, a vida sempre vai encontrar um jeito de lhe dizer que essa imagem é uma mentira, uma ilusão. Ela vai lhe mostrar isso quando o sofrimento bater à sua porta, seja por um relacionamento desfeito, um fracasso financeiro, uma doença crônica, uma demissão, um grande conflito. No auge da infelicidade, o grande ego (a falsa identidade) vai começar a desmoronar. E se você aproveitar esse período de crise pessoal com sabedoria, isto é, enxergando a oportunidade oculta de se transformar, certamente vai conseguir encontrar o que precisa para se desenvolver e encontrar seu verdadeiro Eu.

 

Gostou do conteúdo?
Para mais dicas e insights sobre desenvolvimento pessoal acesse os meus canais:
Facebook: Alice Duarte
Twitter: @alicebduarte
periscope.tv/aliceduarte

// @AliceDuarte

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s